WISE II – Swegon

Posted in: 04/02/2019


No âmbito da aquisição de mais competências pela Mollier Engenharia, Lda., em sistemas WISE II da Swegon (https://www.youtube.com/watch?v=9WOSAbgmQU0), visitámos no final do mês de janeiro, 2 edifícios equipados com esta tecnologia, com o apoio da nossa representada.
O WISE II, utilizado sobretudo em sistemas de DCV (Demand-controlled Ventilation), ou controlo da ventilação pelas necessidades, assenta numa tecnologia de rádio com elevada encriptação (AES128), que permite comunicação wireless (sem cabos) entre os vários componentes do sistema, simplificando grandemente a instalação e o tempo de comissionamento, ao mesmo tempo que assegura a transferência correta dos parâmetros de controlo para os equipamentos.
O TORSPLAN 2, em Estocolmo, foi o primeiro edifício equipado com o sistema WISE II, encontrando-se em operação desde 2017. A satisfação do cliente no edifício TORSPLAN 1 equipado com o sistema WISE de primeira geração (com cabos), foi o grande passo para a adoção da segunda geração do mesmo sistema, no mais recente edifício, que se encontra em pleno funcionamento.
O TORSPLAN 2, possui uma ventilação descentralizada da Swegon, com unidades de tratamento de ar compactas GOLD, por piso, num sistema tudo ar, com difusores ativos. Foram utilizados ainda neste edifício convetores de pavimento para correção térmica das fachadas, que ostentam vãos envidraçados de grandes dimensões.
Visitámos também em Estocolmo a obra da nova sede da empresa de construção civil NCC. Este edifício assenta numa filosofia de climatização semelhante à do TORSPLAN 2, mas utiliza baterias de água quente terminais para correção de temperatura, com o controlo das válvulas integrado no WISE II.
A produção térmica é assegurada pela rede urbana de calor e de frio (district heating and cooling), em ambos os edifícios anteriormente mencionados.
Tivemos oportunidade de sentir o conforto térmico e acústico proporcionado pelas unidades de indução tipo PARAGON, da Swegon, instaladas nos quartos do Hotel HOBO, que conta ainda com unidades de indução, mas do tipo PARASOL, da Swegon, para climatização das zonas comuns, restaurante, bar e disco.
Também o restaurante TAK por onde passámos possui unidades de indução integradas num teto em latão, muito interessante.